Saiba o que é Branding e como ele pode ajudar no crescimento dos negócios

mar 05, 2019

Quando bem executado, processo de gestão de marca funciona como suporte para atingir os objetivos da empresa.

Você sabe o que é Branding? Por mais que este termo tenha ganhado relevância nos últimos anos, ainda existe muita confusão sobre o que ele realmente significa. De forma direta, Branding (ou gestão de marcas) é um processo contínuo de construção da percepção que as pessoas têm sobre sua empresa, produto ou serviço. É a promessa e a conexão emocional que você faz aos seus clientes. Por meio dessa ferramenta, consultorias criam estratégias que direcionam negócios a alcançar seus objetivos e, por consequência, crescerem e aumentarem o faturamento.

O administrador e especialista em Branding, Ciro Ribeiro, fundador da Enredo, consultoria de Branding, Inovação e Design, observa que, muito além de uma logo ou elementos gráficos, quando pensamos em uma Marca, devemos considerar toda experiência envolvida que ela cria para seus públicos internos e externos. Ou seja, sua identidade, sua razão de existir, seus valores, sua embalagem, seu atendimento ou até mesmo a forma como se atende a um telefonema.

Um processo de Gestão de Marca, quando bem executado, funciona como suporte para se atingir os objetivos do negócio, segundo afirma Ribeiro. Ele lembra que, hoje, encontramos um mercado muito ‘commoditizado’, em que produtos e serviços são semelhantes em termos de preço ou qualidade. Nesse sentido, o Branding ajuda o negócio a se diferenciar da concorrência por meio de seu posicionamento, da sua estratégia e até mesmo pelo design. “Um exercício simples é pensar: por que você consome determinadas marcas?”, diz.

E, uma estratégia de marca efetiva dá à empresa uma enorme vantagem competitiva. “Quando existe coerência em todos esses pontos, temos uma marca forte e, como consequência, consumidores mais satisfeitos e empresas mais lucrativas”, observa Ribeiro. O especialista salienta que, para elaborar a estratégia de marca, é essencial não apenas observar o que os concorrentes estão fazendo ou como o mercado está se comportando, mas também como o comportamento das pessoas influencia em tudo isso, para então antecipar movimentos.

Mudanças

Ribeiro explica que, hoje, o ritmo de mudanças no ambiente de negócios é muito acelerado e as empresas precisam acompanhar isso, caso queiram se manter competitivas. Neste contexto, a gestão de marcas tem um papel fundamental por ser a porta-voz da instituição e das suas crenças, envolvendo clientes, colaboradores, acionistas e sociedade. Grandes marcas se reposicionam para continuar um diálogo relevante com seus públicos e, por isso, um processo de Branding funciona como uma união entre psicologia e ciência, trabalhando lado a lado, do comportamento à probabilidade.

Pequenas empresas

Independente do porte ou segmento da empresa, conforme observa Ribeiro, todo negócio deveria começar pela marca, definindo mensagens claras como ‘O que faço’, ‘Como faço, e ‘Porque sou diferente’. Hoje, grandes marcas disputam espaço com as pequenas não apenas nas gôndolas, mas na web e na preferência do consumidor, motivo pelo qual todo negócio pode e deve investir na sua estratégia de marca. “Uma mensagem relevante, uma embalagem atraente ou uma experiência de compra memorável, por exemplo, podem ser as armas de um pequeno negócio para se jogar de igual para igual”, acredita.

Gestão de Marca deva acontecer de forma contínua

A gestão de marca deva acontecer de forma contínua, dada a dinamicidade do mercado. Para manter a liderança, por exemplo, Coca-cola foca grande parte dos seus esforços estratégicos em sua marca e nas percepções que ela quer construir na mente das pessoas. Da mesma forma (e do lado oposto), orienta o especialista em Branding, Ciro Ribeiro, se o empresário sente que seu negócio pode ir além, se sente pressionado pela concorrência e não consegue se diferenciar em um mercado com ofertas semelhantes, deve considerar essa possibilidade.

Ribeiro lembra que a necessidade do investimento em Branding vem quando o negócio se encontra em momentos estratégicos, como expansão para novos mercados, lançamento de novos produtos, lealdade de clientes, estruturação de holdings, processos de fusão e aquisição, dentre outras.

O especialista ressalta que marcas são histórias e histórias são apaixonantes. Elas são quem dizem às pessoas o que elas podem esperar dos seus produtos e serviços e como ela se diferencia das demais ofertas de mercado. “A sua marca é a tangibilização daquilo que você é, quem você quer ser e como você é percebido de fato pelos seus consumidores”, completa.

BLOG CDL

Novidades Blog