Prepare-se para as tendências digitais de 2019

dez 26, 2018

Conheça os destaques do maior evento de Marketing Digital e vendas da América Latina, o RD Summit, e comece o ano novo com boas inspirações.

O Marketing Digital está sempre com novidades para atrair e encantar os consumidores nas mídias sociais. Nesta edição da Revista O Lojista, especial de fim de ano, listamos a seguir as seis principais tendências da área digital para você começar 2019 atualizado. Além de conhecer essa dinâmica, é importante selecionar aquilo que está em conformidade com as possibilidades do seu negócio e com o perfil do seu público-alvo. Assim, você pode fazer um planejamento direcionado, de acordo com as características do mercado em que sua empresa atua.

Para elaborar nossa lista de tendências digitais, nos inspiramos em assuntos abordados durante o maior evento de Marketing Digital e vendas da América Latina, o RD Summit, realizado em novembro, na cidade de Florianópolis. Confira:

1- Produção de vídeos e transmissão ao vivo (lives)

É fato que as pessoas preferem consumir vídeos do que outros tipos de conteúdos na web. Isso acontece porque é muito mais fácil assistir a um vídeo do que ler postagens. Mas o diferencial dos vídeos deve ser a originalidade para chamar a atenção dos usuários.

A lives, por exemplo, são vídeos ao vivo que podem ser realizados através de redes sociais, tais como, Facebook, YouTube e Instagram. Segundo pesquisa da empresa Livestream, em conjunto com a New York Magazine,  73% dos negócios que já utilizaram lives, tiverem um retorno positivo. Além disso, 97% das empresas sinalizaram que tiveram um aumento no interesse por seus produtos e serviços. Uma boa oportunidade de se fazer uma live, é realizar a transmissão durante um evento ou um acontecimento importante na sua empresa, como o lançamento de um produto ou o início de um serviço diferente.

2- Produção de conteúdo por meio de histórias

Na palestra do Fundador da Rock Content, Vitor Peçanha afirmou que as pessoas tendem a acreditar mais em algo que inserido em uma história bem contada. Desta forma, você pode contextualizar seu produto ou serviço em uma realidade próxima de seus clientes para que eles se identifiquem e visualizem utilizando aquilo que você quer vender.

Os conteúdos utilizados nessas histórias podem ser direcionados inclusive para os recursos tecnológicos da realidade virtual e aumentada. Uma tendência que já está em uso e vem crescendo muito, para proporcionar uma maior experiência aos usuários e consumidores, antes de adquirirem um produto ou um serviço. Em pouco tempo será muito comum realizar testes virtuais.

3- Marketing de Indicação ou de Influência

Segundo a empresa de marketing Linqia, que tem como clientes Nestlé, Walmart e Unilever, 86% dos profissionais desta área utilizaram a estratégia de Marketing de Influência em 2017. Entre estes entrevistados, 92% sinalizou que acredita que o marketing com influenciadores digitais é eficiente. Essa estratégia consiste em fazer parcerias com influenciadores digitais, para que estes, por meio de seus perfis nas redes sociais, recomendem produtos e serviços. Essas parcerias podem ser realizadas não só com pessoas famosas, mas também, com micro influenciadores, que são influenciadores com uma menor quantidade de seguidores, porém, com relevância em um nicho de mercado específico. A estratégia de influência e indicação nas redes é uma tendência que continua com força total, conforme Rodrigo Noll, da empresa Dotz, em sua palestra e do papo no RD Summit Live Show. “Indicar é um ato natural do ser humano, todo mundo já indicou alguma coisa para alguém. Para uma vaga de empresa, uma série do Netflix, que seja, o que a gente não pode deixar é que isso fique desestruturado”, afirmou o palestrante.

4- A voz como ferramenta de busca

Recentemente, o Direct do Instagram também se rendeu às mensagens de voz. Isso porque a tecnologia de reconhecimento de voz está crescendo cada vez mais e melhor, e os consumidores estão percebendo a conveniência da busca inteligente por meio da voz. Estima-se que, até 2020, metade de todas as consultas de pesquisa serão baseadas em voz.

Para seguir essa tendência, pense nas diferenças entre a pesquisa por texto e por voz. Reflita no que seus clientes podem falar, em vez de digitar ao fazer uma consulta. Além disso, comece a escrever em um tom “de conversa” para desenvolver um conteúdo que se alinhe melhor com a pesquisa por voz e otimize seu site para dispositivos móveis, para ontem.

5- Expansão de mercados na web

Você já pensou que, por meio da internet, qualquer pessoa, de qualquer país pode comprar o seu produto? Ou se você oferece um serviço no Brasil, pode também oferecê-lo para turistas que estão em férias aqui nessas festas de fim de ano. Então, amplie o seu foco de divulgação na internet para abraçar ainda mais clientes.

Gabriela Szprinc lidera a área de pequenas e médias empresas da PayPal no Brasil. Ela é a executiva responsável pelo planejamento da estratégia que visa aumentar a presença no segmento, fundamental para ampliar a participação da companhia no e-commerce local. Para você que quer vender para o exterior, mas acha difícil, veja o que Gabriela tem a dizer: “Tem cliente vendendo de tudo lá fora: brigadeiro para os Estados Unidos, artesanato, perfumaria… O Brasil é muito rico numa série de produtos e serviços, e o pessoal está louco para comprar!”, afirma.

6- Humanização de marcas e experiências

A publicidade tradicional imperativa não chama tanto a atenção como uma mensagem humana, emotiva e que gera uma experiência. O consumidor quer poder participar, ser parte ativa na comunicação da marca.

Durante uma palestra no evento RD Summit, Marcos Piangers falou muito sobre nossa relação com os equipamentos eletrônicos. “O problema é que a gente, nesse deslumbre com a tecnologia, esquece de investir um pouquinho — não precisa ser muito — na nossa própria humanidade, na nossa capacidade de sentir”, destacou. Lembre-se que até mesmo marcas de telefonia celular utilizam em seus vídeos e fotos de anúncios, as imagens de pessoas vivendo bons momentos; instituições bancárias patrocinam eventos culturais e beneficentes; e a sua empresa?  Em 2019 mostre como seu cliente será mais feliz com o seu produto ou serviço. A comunicação digital é mediada por dispositivos, mas o conteúdo tem que ser a cara do seu público.

BLOG CDL

Novidades Blog