O peso da Carga Tributária

abr 09, 2019

Todos sabemos que o setor produtivo é um dos principais responsáveis por fazer a economia do país crescer, gerando receitas, emprego e renda. Mas esse potencial poderia ser ainda mais explorado se tivéssemos no Brasil um ambiente de negócios mais propício. Hoje, os empresários esbarram em dificuldades como a burocracia e, principalmente, a complexidade da carga tributária.

A carga tributária no Brasil, que é uma das maiores da América Latina, muitas vezes impede que as empresas sejam produtivas e competitivas. Além disso, os altos tributos, aliados à complexidade, inibem o empreendedorismo no país e possíveis investimentos internacionais.

Mesmo diante dessas dificuldades, a cada ano os tributos ficam mais pesados. Em 2017, por exemplo, a carga tributária no Brasil atingiu 33% do Produto Interno Bruto (PIB). Ou seja, um terço do que o país produz é arrecadado pelo governo em forma de taxação. O problema é que a aplicação dos recursos não cresce neste mesmo ritmo.

O Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostra que, apesar dobrasileiro trabalhar 153 dias no ano para pagar impostos, não há retorno dos valores arrecadados em prol do bem-estar da sociedade. Entre os 30 países com a maior carga tributária no mundo, o Brasil é com pior retorno à população em relação às áreas de saúde, educação e segurança.

Assim, além de pagar impostos, a população acaba tendo que arcar com despesas de serviços básicos, que deveriam ser garantidos pelo Estado.

Podemos dizer que a alta carga tributária no país vai na contramão dodesenvolvimento econômico. Por isso, precisamos de vontade política para mudar esse cenário. Os desafios são grandes, mas o Brasil tem potencial para crescer ainda mais!

Geovar Pereira

BLOG CDL

Novidades Blog