área do associado
Notícias - CDL Goiânia

ComCDL - 08/02/2018

CDL oferece ferramentas para evitar fraudes com documentos perdidos durante Carnaval


SPC Alerta de Documentos e o SPC Avisa ajudam consumidor a evitar utilização indevida de documentos perdidos

Durante feriados prolongados como o Carnaval, o risco de perder documentos aumenta consideravelmente. E perder o CPF, carteira de identidade ou talões de cheque pode se tornar uma grande dor de cabeça caso os mesmos caiam na mão de golpistas. Pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), por exemplo, indica que 83% dos consumidores que têm a intenção de gastar no Carnaval de 2018 temem ser vítima de algum tipo de fraude.

Para minimizar os prejuízos com essa situação, a Câmara de Dirigentes Lojista (CDL) de Goiânia oferece ferramentas para evitar fraudes com os documentos perdidos durante a folia. Trata-se do SPC Alerta de Documentos e o SPC Avisa.

Por meio do SPC Alerta de Documentos, fica registrado a perda, furto ou roubo dos documentos ou cheques e, caso terceiros tentem utilizar esses dados para alguma compra e o nome do consumidor for consultado no SPC, os estabelecimentos são imediatamente informados sobre o problema, evitando fraudes e uso indevido dos documentos.

A gerente de relacionamento da CDL Goiânia, Dina Marta Correia Batista, orienta que, quem tiver algum documento roubado ou perdido no Carnaval deve comparecer pessoalmente à CDL em Goiânia ou em outro município para cadastrar o alerta, o que é feito de forma gratuita. Ela explica que, a partir da inclusão dos dados, as informações ficam disponíveis para todos os clientes do SPC Brasil por tempo indeterminado. Os dados podem ser retirados do sistema a pedido do consumidor.

Outro serviço que contribui na prevenção de possíveis fraudes é o SPC Avisa, em que o cadastrado é informado por SMS ou e-mail sobre qualquer movimentação ou consulta em documentos. O SPC Avisa é indicado para prevenção de fraudes e constrangimentos. Ao contratá-lo, o consumidor recebe informações sempre que seu nome for incluído, excluído ou alterado no banco de dados do SPC Brasil.

Dados da pesquisa:
Considerando o Carnaval em 2017, três em cada dez pessoas disseram que passaram por problemas ou transtornos durante as comemorações (30%). Os principais contratempos foram furtos (10%), perda de documentos (7%), compra de itens falsificados sem saber (7%) e perda do cartão de crédito (7%).

Entre os entrevistados que tiveram documentos, cartão de banco ou cheques roubados, quase metade (49%) afirma ter sofrido alguma tentativa de fraude usando o seu nome para saques de dinheiro, compras no cartão, financiamentos ou empréstimos. Considerando aqueles que foram furtados ou assaltados, os principais itens foram celular (76%), dinheiro (57%), documentos (32%), cartão de crédito (29%) e de débito (25%).

Mais informações:
Wanessa Rodrigues
Assessoria de Comunicação - CDL Goiânia
(62) 9812118-38