área do associado
Notícias - CDL Goiânia

ComCDL - 07/12/2017

Mais de 79% da população goianiense pretende presentear neste Natal


Pesquisa realizada pela Grupom mostra que o valor médio dos presentes ficou em R$ 110,83. O gasto total para a data deve injetar mais de R$ 277 milhões na economia da Capital.

Pesquisa de Intenção de Compras encomendada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Goiânia mostra que 79,3% da população economicamente ativa de Goiânia pretende presentear neste Natal. O valor médio dos presentes ficou em R$ 110,83 (para cada presente), sendo que o gasto total para a data deve injetar aproximadamente R$ 277 milhões na economia goianiense, 21% a mais do que foi previsto em 2016 (R$ 228 milhões).

A pesquisa, realizada pela Grupom Consultoria Empresarial entre os dias 08 e 17 de novembro, aponta que serão adquiridos em Goiânia 2,5 milhões de presentes (média de quatro por entrevistado que pretende presentear).

Dinheiro
O trabalho mostrou ainda que a maior parte dos consumidores (67,7%) que pretende pagar com dinheiro, a exemplo do que tem ocorrido em outras datas comemorativas de 2017, como Dia das Crianças, dos Namorados, dos Pais e das Mães. Outros 17,6% escolheram o cartão de crédito como forma de pagamento, 14,4% o cartão de débito e, outros 0,2%, o crediário como forma de pagamento.

Dos entrevistados que pretendem presentear no Natal, apenas 13,2% definiram qual presente comprar. Desse total, vestuário foi o item mais citado (37,8%); seguido de brinquedos (21,6%); calçados (8,1%), perfumaria e cosméticos (5,4%); acessórios (5,4%); celulares (5,4%); joias e assemelhados (2,7%); Eletroeletrônico (2,7%); dinheiro (1,4%), e outros (9,5%).

Confira dados da pesquisa

- 79,3% da população economicamente ativa de Goiânia pretende presentear neste Natal;
- A maioria (67,7%) quer pagar em dinheiro;
- O valor médio de cada presente ficou em R$ 110,83;
- 80,3% farão as compras em lojas de rua e, 24,7% em shopping center;
- 56,1% pretendem presentear pais e mães e, 49,4%, filhos (as);
- Vestuário foi o presente mais citado (37,8%), seguido de brinquedos (21,6%). 

Confira aqui a pesquisa completa.